Voces já sabem que a Chaosium liberou uma versão quickstart do seu Basic Role Play, BRP, para download gratuitamente, certo? Se não sabem corre lá que eu dou um tempinho para vocês lerem.

Pronto?

Continuemos, você teve a impressão que o Quick Start foi feito, na falta de um termo melhor, nas coxas? Com uma diagramação meio porca e um texto que incomoda?

Eu fiquei com esta impressão, por isto sai a caça de mais informações sobre o BRP e descobri esta jóia.

A SRD do Runequest!!!!

Ao contrário de um quick start, são TODAS as regras necessárias para ser jogar o Basic Role Play em um mundo de fantasia medieval, com inclinações para o lado mais medieval do termo, em uma diagramação profissional. Não tem ilustrações mas tenho certeza que você supero o choque.

Um pouquinho da história sobre o Runequest.

RuneQuest é um jogo de fantasia medieval lançado em 1978!! pela Chaosium e foi o primeiro jogo a conter as regras do que futuramente seria conhecido como o Basic Role Play, ao contrário de Call Of Cthulhu, lançado apenas em 1981, que é o que muitas pessoas pensam.

O sistema é baseado em dados percentuais, e é mortal. Um guerreiro altamente poderoso pode morrer com um golpe de sorte. Para se ter uma idéia, a média de pontos de vida de um personagem é 20 que não podem ser aumentados com experiência!!! Uma great Sword causa 2D8 de dano. Já imaginou? Sem contar que em RuneQuest os pvs são distribuidos em um diagrama de partes do corpo. Quando um personagem acerta um ataque é feita uma rolagem aleatória para saber onde ataque acertou. Isto parece fazer o combate ficar um pouco mais lento, mas como ele é muito mortal, geralmente durando poucos turnos, isto não chega a ser um problema.

O sistema de magia é merece uma atenção a parte, é dividida em 4 tipos, Magia, Magia Divina, Feitiçaria e Encantamentos.

Não há magos em RuneQuest, entende-se que todos os personagens conhecem magias rúnicas. A magia é mostrada como pequenos encantamentos que o personagem sabe, que dão bonus em pericias e batalhas, nada de misseis mágicos e bolas de fogo.

A Magia divina é ainda mais intricada, raramente sendo usada em combate, são milagres que precisam de muito tempo de reza e locais especificos para que dependem do poder do milagre a ser realizado.

A feitiçaria é o tipo de magia que mais se aproxima dos outros mundos de RPG tradicionais, é ensinada, precisa de material e gestos intricados para ser feita.

Encantamentos são magias que dependem de um grande tempo para serem feitas, armas encantadas, maldições e conjuração de espiritos são as escolas deste tipo de magia

O sistema de evolução é muito pé no chão. É necessário treino, e testes para que os níveis de perícia aumentem. 

O Livro ainda tem regras para Monstros, [Dragões são incrivelmente poderosos, dignos de lendas mesmo] com fichas totalmente oldschool.

A SRD é muito bem feita mesmo, e permite que você jogue com aquele gosto da série The Song of  The Ice and Fire.

Esta pequena apresentação é muito pouco diante deste jogo, baixe-o e veja com seus próprio olhos. O jogo é Open você pode utilizar as regras dele e usar em qualquer cenário.

Vocês devem estar se perguntando como o RuneQuest é Open e o BRP não.  Isto envolve uma história longa [lembré-se a primeira versão é de 1978] repleta de guerras entre empresas pela licença do jogo. O que importa atualmente é que a empresa dona da Licença de RuneQuest é a inglesa Mongoose, que publica também Hawkmoon e Elric de Melniboné.

Aonde você consegue esta belezura? Aonde? Aqui!

 

 

Anúncios