Quando aconteceu o boom do RPG de Anime no Brasil, um dos argumentos na defesa deste estilo de jogo era a familiaridade entre as estruturas dos dois, principalmente quanto a linearidade da estória e do aumento de poder dos protagonistas. 

Pensando nisto, criei uma idéia. Como seria se aproximassemos o RPG dos desenhos de sabado de manhã?

Thundercats, Comandos em Ação, Dragon Flyz, Caverna do Dragão entre outros desenhos americanos tinham algumas diferenças dos animes que podemos utilizar em uma campanha. A principal era a falta de linearidade da estória.

Isto não quer dizer que a estória não fizesse sentido, e sim que rarissimas vezes o ocorrido em um episódio continuava no outro. Havia uma estrutura fechada de começo-meio-e-fim em um único episódio, uma estória completa que não influenciava em outra.

Um exemplo clássico é Caverna do Dragão, todo episódio começava com uma pequena cena de ação, onde os heróis venciam; aparecia o Mestre dos Magos e apresentava o tema do episódio; o tema do episódio era resolvido; o episódio terminava. Se você apresentar os episódios de Caverna do Dragão em qualquer ordem você poderia aproveitar o desenho de qualquer forma, sem problemas com a continuidade.

Como aplicar isto a uma campanha de RPG? Toda sessão de jogo seria como um episódio de uma campanha, com uma problemática que deveria ser resolvida naquela sessão e que não poderia passar para a próxima.

Podemos então concluir que a estrutura da sessão, para ficar fiel a um desenho oitentista seria:

  • Uma cena de ação menor – Ela pode ter consequencias ou não.
  • Alguém apresenta o tema da sessão – Pode ser um dos personagens, mas normalmente é um NPC.
  • Resolução do tema da sessão – Vencer o vilão usual é o clássico
  • Fim da sessão – Com uma lição de moral e todos dando risada

Vamos dar um exemplo em uma campanha medieval:

A sessão inicia com o grupo sendo perseguido por milicianos por não terem pago a a taverna [1]; após despistar os milicianos eles acabam entrando em uma caverna onde vive um elemental que amaldiçoa um dos PJs com uma doença[2], os personagens procuram uma curandeira que diz que a única cura é ou derrotar a criatura, ou buscar a planta que cresce na base da montanha [2a],os PJs vão até a base da montanha e coletam a planta e salvam o amigo [3] juntos com sua força máxima derrotam o elemental [3a] quando estão saindo da caverna, cansados pela batalha a milicia os prende e obriga-os a limpar pratos na taverna durante uma semana [4]

Sim, é uma aventura bem simplista, mas serve apenas para ilustrar. É importante lembrar que os fatos que aconteceram naquela sessão não interfiram na seguinte, o que dá liberdade para o mestre incluir várias coisas bem bizarras.

Este sistema é bom também para grupos onde não há um calendário de jogos, quando a sessão só acontece de vez em quando. Seria uma série de oneshots com os mesmo personagens. Este sistema também soluciona o problema de quando um jogador não comparece a sessão, deixe-o doente, sequestrado e transforme-o em um Tema da sessão.

Desenhos atuais também se utilizam disto, Star Wars Clone Wars e Liga da Justiça são os que vem a minha cabeça agora, você pode assisti-los e tirar vários temas para as suas seções.

Boa sorte!

Anúncios