Se você esta ligado nas últimas noticias do RPG internacional [a.k.a, se você lê o 42 com frequencia] já sabe do novo lançamento da Green Ronin, o RPG Dragon Age baseado em um jogo a ser lançado pela Bioware. Chris Pramas o chefe-mór da empresa, postou hoje em seu blog  quais pistas ele havia lançado no twitter da empresa que levariam a descoberta de jogo. É interessante apenas para vermos como é o making-of de teasers de RPG, coisa que o mercado brasileiro nunca ouviu falar. 

 

  • Na próxima semana nós anunciaremos o começo de uma nova era”

A nova era é a Dragon Age, óbviamente. Eu até mesmo pensei sobre adicionar uma segunda sentença com a palavra dragão nela, mas eu não queria dar o nome do jogo logo na primeira pista. A “Nova Era”é também uma música da lenda punk D.O.A. e ambas banda e a Bioware são canadense, mas isto foi apenas uma coincidencia.

  • “Algo antigo, algo novo, algo necessário, algo atrasado”

Aqui eu estava dando a dica sobre qual a natureza do jogo e o que eu estou tentando fazer com ele. Os RPGs de mesa compartilham alguma estrutura com os jogos de computador, além de seu próprio sistema.”Algo antigo” refere-se á classe e o nivel natural do jogo, que retorna a aurora do RPG. “Algo novo” é o sistema que eu construi usando este e outros elementos estruturais do jogo de computador. Com “algo necessário”, eu estava falando sobre uma ótima introdução de novos jogadores ao RPG. Eu não acho que D&D tenha tido algo deste tipo desde os anos 80 [por isto “algo atrasado”] e o hobby do RPG de mesa precisa de um sangue novo. E não é uma coincidencia que o primeiro lançamento é como um boxed set

  • “Você encontrará uma grande aventura além do portal”

Aqui eu me refiro ao jogo da Bioware Baldurs Gate, um dos melhores CRPGs de todos os tempos. Dragon Age: Origins é o “sucessor espiritual” de Baldur’s Gate, com tudo o que isto implica. Esta é o próximo passo, uma jornada além do portal.

  • “Se você quer ser um cavaleiro, é melhor vocês estar preparado para merecer isto”

Você tem duas pistas pelo preço de uma aqui. Primeiro, os cavaleiros do reino de Ferelden [onde Dragon Age: Origins se situa] só podem ganhar o titulo através dos seus atos. No RPG de mesa você não irá começar como um cavaleiro, mas você pode se empenhar para se tornar um. Segundo, esta é um diferença indireta com Knight of the Old Republic, outro jogo clássico da BioWare para bolas de carne como você.

  • “Sem tempo para um dia de descanso quando o mundo esta em perigo”

Outra referencia ao cenário de Dragon Age. Há aqueles que não acreditam que a ameaça a Ferelden é tão séria, e eles, claro, estão tremendamente enganados. Eu postei esta no domingo, que é um tipo de “dia do descanso”. Eu percebi depois que havia escrito “dia ou descanço” mas eu deixei isto seguir assim. Imaginei que náo poderia machucar alguém ser mais misterioso!

  • Poucos acreditam que a ameaça é real. Eles entrarão em uma histeria em massa quando a verdade não puder mais ser negada?

Esta é similar com a pista anterior, além de me permitir usar a frase “histeria de massa”. Que é uma referencia pertinente a Mass Effect, um outro incrivel jogo da Bioware. “Mass Hysteria” é também uma clássica musica da antiga banda de punk rock Social Distortion, que não tem nada a ver com Dragon Age, mas me fez dar um sorriso.

O que podemos tirar disto? Que o Chris Pramas acha que os RPGistas são uns gênios para conseguir seguir esta pistas. O que eu achei mais interessante neste texto é um pouco sobre como ele se importou em fazer desta licença algo importante e diferente. Além de que temos uma quase confirmação que o Dragon Age terá um sistema próprio, ao invés de ser um OGL como alguns [eu] pensavam. No post principal o Chris Pramas dá a entender que o jogo ainda não esta pronto, e que esta em construção. 

Anúncios