George R.R. Martins, é considerado atualmente como o Tolkien norte-americano pela critica de literatura de fantasia. Seus livros são best-sellers no Estados Unidos, além dele ter uma grande base da fãs.

Sua criação mais conhecida é a série ainda não terminada  The Song Of Ice And Fire, e eu vou falar sobre o primeiro livro desta série, The Game of Thrones [O Jogo do Trono]

A primeira impressão que eu tive quando eu vi o livro pela primeira vez foi de surpresa. É um grande tomo com mais de 800 paginas, sendo o primeiro volume da série isto me impressionou mais ainda.

A história do livro se passa no continente imaginário de Westeros, em um mundo onde as estações do ano podem durar anos, ao invés de meses. Westeros é um imenso continente, a região aonde a história se passa são três:

  • Os Seven Kingdoms, Sete Reinos que a 150 anos foram unificados pela casa dos Targaryen. Um lugar que reflete a Europa Medieval, com lordes, reis e muita intriga.
  • O Leste onde os últimos Tangaryen estão exilados.
  • The Wall [A Muralha] uma imensa construção que separa o norte dos Seven Kingdons do restante do continente

A história contada inicia-se com o foco em Lord Eddard Stark, o Warden do Norte e Senhor de Winterfell, que é um grande amigo de Robert Baratheon, o Rei dos Seven Kingdoms, cargo que alcançou após, juntamente com Eddard, comandar uma guerra civil, a Guerra do Usurpador, e derrubar o antigo Rei, Aerys Tangaryen. Ned, como Eddard é chamado, esta condenando a morte um desertor dos Night Watch quando seus filhos encontram 5 filhotes de lobos selvagens, simbolo da casa dos Stark, 1 para cada um dos seus filhos, sendo que um destes filhotes é um albino que é entregue para Jon Snow, o bastardo de Ned.

Os lobos passam o livro inteiro como sendo um reflexo dos acontecimentos dos Stark e acabam se tornado personagens muitos importantes no livro, salvando os Stark inúmeras vezes.

Os Starks tinham uma vida tranquila em Winterfell, mas tudo isto muda quando uma comissão vinda da Kings Landing [A capital] chega a Winterfell e o Rei declara Ned como Hand of King, o que faz com que grande parte dos Stark tenham que se mover para a capital no Sul.

A primeira dica que eu dou se você for ler este livro é, anote em um caderninho os personagens que aparecem. São muitos, e alguns momentos isto causa confusão.

Toda narrativa do livro é feita em terceira pessoa, porém cada capitulo é dominado por um personagem, e a história contada é de acordo com o seu ponto de vista, narrando apenas os acontecimentos que ele presenciou e nada além disto. Isto faz com que a trama se torne muitas vezes misteriosa e o leitor tendo que montar um pequeno quebra-cabeça em sua mente, para entender a trama do livro.

Falando em trama, ela é densa. Há muitas reviravoltas no livro, muitas mesmo. Não há momentos de tranquilidade, todos os personagens sempre estão tensos tentando desvendar as intrigas dos Seven Kingdoms.

Existe muita intriga no livro, o que leva a existirem muitos assassinatos e batalhas, que George narra muito bem. Tanto a narrativa das batalhsa individuais como as grupais são muito bem escritas, fazendo com que voc~e imagine o peso da espada, o cansaço e o medo do oponente. Como o mundo de Westeros é de baixissima-magia, espere muitas mortes. O Autor não poupa personagens, muitas vezes você irá ter esperança que o seu personagem favorito vai se livrar, porém não ele morre.

E morrem muitos personagens, entre principais e secundários, morrem mais de 10, sem contar as mutilações.

Os personagens são muito bem desenvolvidos e bem realistas, eles erram, se arrependem entram em conflitos internos, perdem as esperanças, vencem e demonstram muito seus sentimentos.

Não sei porque mas a narrativa passa um clima de falta de esperança, seja pelo lema dos Starks, “Winter is Coming” seja pela vitória escorrendo entre os dedos, seja pelas mortes. O livro é um épico de queda e não de vitória.

Fora o alto número de personagens, não tenho nenhuma critica ao livro e devo ser sinvero em dizer que eu vibrei muito mais com ele do que com o Senhor dos Anéis. Recomendo a leitura para todos. O problema é que não há uma versão brasileira do livro, apenas portuguesa que é dificilima de achar, mas se você a encontrar, leia. Vale a pena.

Nota: 6/6

edit: O Kirlian indicou o Link da versão portuguesa. valeu!

Anúncios