E depois de mais de quase um mês voltamos com a nossa coluna IndiePG. Na última falamos de Panty Explosion e conforme eu havia prometido esta semana vamos falar de um suplemento para este jogo, mas que pode ser usado também como um RPG completo individualmente, Classroom Deathmatch.

O RPG é produzido pela Atarashi games, com base em vários filmes com a prevalencia do fantástico Battle Royale [que estava sendo publicado pela Conrad], é gratuito porém tem uma versão impressa paga. Ele foi ganhador do Indie Awards de 2007, na categoria melhor RPG grátis.

O Cenário

O mundo de Classroom Deathmatch, ou CD como chamaremos, é umcdrpg pouco diferente do nosso. Nele o Japão não se recuperou da crise economica dos anos 90, perdendo cada vez mais espaço internacional para a China. Com isto é feita uma emenda no Artigo 9 na Constituição permitindo ao Japão utilizar-se de força militar para resolver disputas internacionais.

A crise economica se transforma em uma crise social quando classe média japonesa começa a se desmanchar, criando um grande abismo social entre ricos e pobres, o exército é enviado as ruas para conter as manifestações politicas, o que acaba levando ao Student Reform Iniative.

Estabelecido em 2008 este programa serve como prevenção contra a perca de fibra moral dentre os jovens da população japonesa. Ele é um reality show feito pelo exército japones onde uma classe do Ensino Médio é escolhida aleatóriamente e obrigada a lutar até a morte durante 5 dias. Todo o processo é transmitido nacionalmente pela televisão.

As Regras do Classroom Deathmatch

As regras de CD são simples e a maioria da população japonesa já as conhece. Uma sala formada por 25 meninas e 25 meninos é escolhida aleatoriamente dentro do sistema de ensino japones, e de um dia para o outro eles são levados e jogados no Campo de Batalha. Ele pode ser uma ilha abandonada, uma cidade fantasma, ou até mesmo uma grande escola abandonada.

Todos os estudantes chegam a esta área desacordados, são injetados em seu corpo nanorobos que fazem com que o estudante seja rastreado em qualquer lugar do Campo de Batalha, mas o importante é. Em qualquer momento o Exército Japones pode acionar um comando que faz com que os nanorobos se tornem um bomba forte o suficiente para estourar os vasos sanguineos do estudante.

Quando acordam os estudantes estão todos juntos em uma sala com o Superintendente do projeto que explica as regras do jogo para os participantes:

  • Vocês devem matar uns aos outros
  • No final do quinto dia, só deve restar um participante que será o campeão
  • Se restarem mais de 2 participantes no final do 5º dia, as bombas dentro de seus corpos serão acionadas e todos morreram
  • O vencedor retornará para casa com um premio em dinheiro e um grande emprego no setor publico
  • Se algum de vocês tentar atacar esta central, será morto
  • O campo de Batalha é divido em áreas, a cada 6 horas de 1 à 3 destas áreas são declaradas proibidas. Quem entrar nelas ativará as suas bombas e morrerá. Um sinal é dado dizendo que as áreas se tornaram proibidas

Além disto é dada um mapa e uma maleta com armas e equipamentos para cada um dos estudantes. Algumas armas podem ser realmente úteis como uma metralhadora e outras chegam próximo do inutil, como adagas e facas de cozinha.

Este é o cenário de CD. Um cenário interessante e cruel.

As regras do RPG

O sistema de CD é o mesmo de Pantys Explosion, então tem os mesmo problemas. Porém há alterações interessantes em CD, por exemplo não são criadas fichas de personagens, o livro já fornece 50 personagens prontos para que os jogadores possam escolher de forma aleatória, ou seja não hã construção de fichas, mas isto tem um motvio interessante. Se o seu personagem morrer no decorrer do jogo, você pode escolher outra ficha e continuar.

A outra regra interessante é a de Técnicas Especiais, são habilidades que seu personagem sabe que se assemelham a superpoderes, vindos do grande stress fisico e adrenalina do jogo.

Mas pessoalmente a cereja do bolo deste RPG são os Flashbacks. Em qualquer momento do jogo um jogador pode pedir um flashback como forma de recuperar dados [o sistema utiliza pilha de dados, mas isto pode ser convertido facilmente para seu sistema favorito, como bonus]. O Flashback é uma forma de reforçar os laços entre personagem, principalmente em um jogo onde as relações entre personagens são tão importantes. Imagine isto em Vampiro ou até mesmo em D&D, como forma de os jogadores colaborarem com a narrativa e fortalecer o histórico do seu personagem. Porém existem limites, nenhum jogador pode declarar flashbacks duas vezes consecutivas, e nem pode ter um flashback de outro flashback. O mais interessante é que o jogo favorece aqueles que chamam o flashback no meio de um combate. Estou já pensando nisto acontecendo em uma mesa de D&D 4e com Pulsos de Cura como recompensa.

Conclusão

Classroom Deathmatch é um RPG que causa um estranhamento no inicio. Não pelas suas regras, mas pela estrutura que o cenário apresenta, que se assemelha bastante com jogos de competição e não de cooperação. Além do que o RPG pode ser jogado várias vezes com histórias diferentes, o que faz ele se aproximar mais ainda com boardgames, mesmo ele possuindo aspectos narrativos muito fortes.

O cenário é tão genérico que pode ser convertido para qualquer sistema, mas ele fica muito mais denso se você adicionar as dicas do Livro, como as técnicas especiais e os flashbacks.

Resumindo, é um ótimo RPG para uma tarde chuvosa.

3 de 6

Você pode fazer o download do RPG aqui

Além de mais terrenos e fichas de personagem aqui

Anúncios