You are currently browsing the tag archive for the ‘Batman’ tag.

Tava viajando na internet quando me deparei com o surpreendente trailer do desenho do Batman Ano Um que será lançado. Se você não sabe o que é Batman Ano Um peço para que você arrume a sua vida clicando neste link.

Depois de ler a HQ você volta aqui.

Leu? Agora podemos continuar.

A HQ foi escrita por Frank Miller antes de ficar maluco e fazer coisas como esta e a DC vai lançar um filme que parece que terá um clima muito fiel a HQ. Fiquei animadaço depois de ver os vídeos:

WOW! O pessoal do MDM fez uma comparação entre a cena acima e as páginas da HQ. Vale a pena conferir.

Batman Ano Um será lançado dia 18/10 e você pode conseguir mais informações no site do filme.

Enquanto isto nos desenhos da Marvel:

Detalhe para o Thor e o Surfista Prateado!

 

Se você curte quadrinhos deve saber que a DC Comics esta fazendo um reboot de sua cronologia oficial, zerando alguns números de revistas e meio que começando de novo o universo. Tudo isto com o intuito de conquistar novos leitores. Se você não tem o hábito de ler quadrinhos de super-heróis agora é uma boa hora de começar  a ler quadrinhos novamente.

Neste momento já foram lançadas aproximadamente 10 títulos do reboot. Dois deles, Liga da Justiça e Action Comics contarão as histórias do passado dos super-heróis nesta nova cornologia. Como o primeiro lançamento foi a Liga da Justiça, iremos falar dela hoje. Após eu ler as outras revistas desta nova linha (que será formada por 52 revistas) eu vou postando as resenhas por aqui.

Como esta revista ainda não esta disponivel de forma legal em portugues do Brasil utilizei o app do iPad da DC para comprar a revista e le-la, recomendo o aplicativo. Se você lê em inglês e tem o iPad é uma boa forma de se atualizar com as revistas já que elas irão sair simultaneamente nas bancas e na forma digital. O lado ruim é que o preço da versão digital será o mesmo da versão das bancas 3,99.

O ínicio da revista já a apresenta como um passado do universo DC dizendo que “havia um tempo no qual o mundo não sabia o que era um super-herói”, no decorrer da revista será demonstrado que realmente a humanidade não esta acostumada com a presença dos supers, tratando-os com hostilidade. Os acontecimentos desta revista acontecem 5 anos antes de todas as outras. Sim, será uma festa da uva acompanhar esta nova cronologia.

No ínicio vemos o Batman sendo perseguido pelo que parece ser uma força-tarefa de Gotham, o que eles não sabem é que o morcegoso esta perseguindo um monstro. Vem uma porradaria e chega o Lanterna para salva o Batimá, obviamente os dois não se conhecem, o Lanterna chega a dizer para o Batman que esta surpreso em saber que ele existe, fica implicito aqui que eles tentarão explorar nas revistas a questão do Batman ser muito mais um mito do que uma força presente e totalmente confiável em Gotham City.

Gostei do desenvolvimento dos personagens. O Hal Jordan esta bem… Hal Jordan, enquanto o Batman esta bem caracterizado como o cruzado sombrio. Principalmente quando manda o Lanterna cair fora já que Gotham é a área dele.

O título, sendo uma porta de entrada para novos leitores, se preocupa bastante em reapresentar os personagens, porém isto não é forçado. Os dialogos parecem ser naturais (bem, naturais para uma revista de super-heróis) e a relação entre o Lanterna e o Batman é o divertidissímo ponto alto da revista. Eu me vi em vários momentos dando risada das conversas dos dois e como algo positivo digo que isto me lembrou muito o maravilhoso desenho da Liga da Justiça. Principalmente na sequencia aonde o Lanterna questiona o Batman quais são os poderes dele.

Por fim, após alcançarem o monstrengo dentro dos esgotos de Gotham eles decidem ir atrás do Super-Homem. Neste meio tempo a revista trata de mostrar um pouco da história do personagem mais desconhecido que fará parte desta versão da Liga da Justiça, Victor Stone, o Ciborgue. Interessante como em poucos quadrinhos Geoff Johns consegue mostrar que a relação deste com o seu pai é atribulada, espero que ela seja desenvolvida melhor nas próximas revistas.

Por fim ambos os heróis encontram o Super de uma forma, er… atribulada.

Liga da Justiça #1 não é uma revista genial, mas esta longe de ser uma revista ruim. Ela trouxe um ar de frescor e aventura que há algum tempo eu não via nos quadrinhos da DC. Parece que será um título mais voltado a aventura do que uma tentativa de quadrinhos sérios e eu gosto disto. Como eu disse anteriormente, a revista me lembrou, neste primeiro momento, o ínicio de um episódio do desenho animado, o que eu acho bem legal.

Os desenhos são muito legais, fora a o quadrinho onde o Batman aparece sem as pernas, não tenho nenhuma crítica a fazer. Os construtos e os poderes do Lanterna Verde estão muito brilhantes, reforçando a idéia de luz e fazendo um contraste bacana com as sombras de Gotham.

Por fim,  recomendo a leitura de LJA#1 dando um 4 de 6, e espero pela próxima edição.

 

 

Categorias

Acertos Criticos

  • 49,797 D6

Páginas